31 de julho de 2011

Coisas que só acontecem comigo, queridíssimo diário:

Cortei o dedo da maneira mais besta do mundo: tentando abrir uma lata. E foi um corte feio. Agora cato milho no teclado.
Fui ao cinema duas vezes ver o mesmo filme e de repente deu um não-sei-o-que de não sei-como, desisti nas duas e voltei para casa com cara de tacho.
Resolvemos almoçar em uma cidade aqui perto e no meio do caminho de volta percebi que estava sem bolsa. Tinha esquecido no restaurante. Mas lembrei de trazer a coca-cola que sobrou.

10 comentários:

Shuzy disse...

Será maré de azar?

=*/

Belos e Malvados disse...

Acho que é mais desatenção combinada com um comportamento padrão que me faz desistir das coisas na hora.

Lila disse...

kkkkkkkkkkkk.

Lila disse...

tu é ótema, garota! Eu sei que são pequenas tragédias do cotidiano, mas qdo tu escreve, ganha uma nuance tão divertida, que eu acho engaçado e me divirto horrores depois lembrando.

Maria do Carmo Vieira disse...

Esse povo distraído...

M.W. (@daconito) disse...

Tbm já cortei o dedo tentando abrir lata... semana passada cortei no papel, seba-se lá como...
E quanto a coca cola... não tem como esquecer: Sempre Coca cola hahauha


P.S. Tô de volta!

=***

Belos e Malvados disse...

Lila e Mônica, que bom que vocês voltaram meninas. Estava com saudades.

Shuzy e Maria: beijos.

maria de fatima disse...

Digno de vc minha querida irmâ.rsrsrsr bjos

Patricia Scarpin disse...

Fiquei curiosa pra saber que filme foi esse... :D

Lélia Maria disse...

melhorou o corte? costura a bolsa no pescoço, ele já é grudado na cabeça, vai ser mais difícil (não me xingue, sei que sou cretina mesmo).