25 de abril de 2013

Quando as palavras quedam inúteis

Marido passa uns vinte minutos tentando me convencer a escolher o restaurante na hora do almoço. (Tanto faz, escolhe você./ Não, escolhe você). Então resolvo acabar com o lenga lenga.
- Tá bom, vamos para o shopping.
Ele:
- O shopping, uma hora dessas? Cheio daquele jeito?!
Eu:
- O chinês.
Ele:
- De novo?
Eu:
-Tá, então vamos naquele que só serve bacalhau.
Ele:
- Aquele caro? Ganhou na loto?!

Ou seja.

5 comentários:

Luciana Nepomuceno disse...

Eu ri do resuminho das minhas escolhas...e relacionamentos ;-)

Caroline Godtbil disse...

rsrrsrsrrsrrsrrsrrsr... é assim mesmo!
Beijos.

Lucila disse...

Homens! Todos iguais. Racinha complicada essa. Rsrsrs

debondan disse...

Tens uma habilidade ímpar de colocar as situações do cotidiano . Aqui acontece o mesmo. Os casais só mudam de endereço.bjo

maria de fatima disse...

Esse é meu cunhado se não existisse precisaria inventar. Ri muito. Bjos