4 de janeiro de 2009

Fujo de filmes assim, dolorosos assim, mas ontem baixei a guarda...

...e levei um soco gigantesco bem na boca do estômago.

4 comentários:

Lélia disse...

outro dia comentei com um colega que gosto de filmes que me façam sentir vontade de morrer quando eles acabam. este é assim? me deu vontade de assistir.

Belos e Malvados disse...

Lélia, ainda estou sob o efeito desse filme e não sei nem o que dizer direito dele. É sobre como continuar vivendo depois de determinadas tragédias. Muito, muito doloroso. A personagem principal é sobrevivente da guerra dos Balcãs, uma das mais sangrentas da história e tem um passado assustador.
A gente nem pensa em coisas como qualidade de atuação, direção e fotografia...É um soco mesmo. Nem sei se recomendo, mas se vc quiser arriscar vai passar de novo amanhã à tarde no canal 65 da Sky.
(Ah, falando em direção, é da Isabel Coixet, lembra? De Minha Vida Sem Mim).

Teo disse...

Com um dos meus atores preferidos... além de ser ativista político. Pela lado poético nào deve ter sido escrito em inglês... linguinha insossa..
Teo

Belos e Malvados disse...

P/ Teo. É uma produção de Pedro e Augustin Almodovar. O roteiro é da própria Coixet, que também é espanhola, mas o filme é falado em inglês (como outros dela). Na verdade há uma miscelânia de nacionalidades. O Tim é americano e a Sarah Polley, canadense.