6 de julho de 2010

Preciso de ânimo para arrumar coisas. Documentos, fotos antigas, papelada. Todo dia peço: Deus me dá coragem. (Talvez peça para dentro como diria Adélia Prado).
Preciso de ânimo para procurar coisas. Aquele livro que um dia foi de cabeceira. Os cadernos de receitas de minha mãe. O filme preferido esquecido por ai...
De repente me dei conta que nasci em pleno inverno. E hoje passei o dia num absurdo de sentimentalismo. O amigo liga e diz: Assisti outra vez Asas do desejo. E recita por telefone: "...quando a criança era criança, não sabia que era criança. Tudo era cheio de alma e as almas eram uma só". Um dos filmes da minha vida. Gatilho prá começar a chorar, então fico calada um instante...
O amigo checa:
- O que foi? Tá ainda ai????
E eu não sei.

7 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Se você arrumar coragem, manda um tantinho pra mim? Ando com uma preguiiiçççaa de desfazer caixas e malas da mudança. E, se for chorar, afasta um tantinho que também ando meio sensível...

Leonardo Xavier disse...

Hahahaha, se você visse o como meu criado mudo acabou virando uma pilha de livros com quase meio metro de altura... quando eu olho para ele e olho para estante igualmente bagunçada. Eu olho e penso que queria ter coragem para dar uma arrumada nisso tudo, mas não agora!

Maria do Carmo Vieira disse...

Q poético esse final, Bela... Quanto à procrastinação, saiba que esse não é um problema só seu: tem mais de ano q saí da UEFS e ainda tem pastas na minha estante do quarto esperando por um arquivo... E olha q sou organizada!
Bjus

Mariana disse...

Você já teve a impressão de que se arrumarem as suas "baguncinhas" prá lhe ajudar, você se perde e nada encontra? Pois é, como o tempo é curto e sou chata, só eu encontro os meus papéis e minhas anotações,rs. Amiga, nessas horas, seria tão bom uma varinha de condão e...vapt vupt!

Belos e Malvados disse...

Mariana, acho que foi a Bruna Lombardi quem disse: "minha ordem natural é o caos". Isso se aplica também a mim, rsrs. E vc está certa, se colocarem ordem nas coisas fico mais perdida ainda.

Beijos para todos.

Lélia Maria disse...

o duro é se perder dentro da gente e não saber responder de que lado a gente está: dentro, fora ou lugar nenhum (por pura falta de encaixe)

S. disse...

Preguiças, muitas preguiças tb...