20 de janeiro de 2011

Ney

Passei na padaria e trouxe pra casa um bolo de aipim delicioso, daqueles que nem eu mesma faço. Óbvio, pois não sei fazer nenhum. Crostadinho de um lado e com uma fina camada de pudim do outro. Corri para a cozinha, me muni de garfo e faca e logo logo estava lembrando do Ney Matogrosso. Oi?! Explico. Ele disse numa entrevista que chegou tão bem aos setenta anos porque come pouquíssimo, embora sem se privar. "Doce, por exemplo, basta uma colher pequena".  Sim, não vou mentir: pensei nisso e fui para a segunda fatia do bolo. Ou terceira, sei lá.
Fazer o que, né? O mundo está cheio de verdades incontestáveis que não me servem.

"Eu não alimento nenhuma ilusão
Eu não quero entender
Sou somente uma alma em tentação"

16 comentários:

Patricia Scarpin disse...

Hahaha, muita inveja de Ney, viu? Queria tanto ser comedida assim (e fiquei aguando com esse bolo de aipim - que aqui chamamos de mandioca). :)

Belos e Malvados disse...

Oi Patrícia, seja bem vinda. Fui lá no seu blog agora, que beleza aquela torta rústica de ameixa! Como resistir, né?

(Em algumas cidades aqui do Nordeste, o aipim também é chamado de macaxeira)

HG disse...

Acho que vou deixar de vir neste blog por uns dias... kkkkkkk
Bolo de aipim?! Adooooooorrrroooooooooo!!!

Lorena Souza | Lyeah disse...

também quero... posso repetir o pedaço? e como vai a vovó 2011 mais charmosa? Um beijo carinhoso dessa casa q te adooora!!!

Borboletas nos Olhos disse...

Comedimento jamais poderia ser meu sobrenome. Passe pra cá uma banda deste bolo de aipim/macaxeira/mandioca...

Mariana disse...

Adoooro e se tiver côco também, aí não há dieta que segure minha gula,rs...não existe o sufixo "inho" nem "inha" prá mim, em se tratando de delícias como esta.

Caminhante disse...

Essa história de só uma colherinha me dá uma fome!

Leonardo Xavier disse...

Eu acho que o exercício até que me convencem a fazer, mas a tal da dieta... Ah, eu corro dela como o diabo corre da cruz.

Patricia Scarpin disse...

Ei, obrigada pela visita! Fiquei um tempão ontem lendo o teu blog - amei! Ganhou uma leitora. :)

Beijo!

Danielle Martins disse...

Ontem fiz um bolo de chocolate com goiabada e coco... ficou uma delícia, vem tomar café com bolo aqui em casa?! Vem!!!
Prometo que coloco "O vira" como fundo musical!

maria de fatima disse...

Onde compraste este bolo ? me deu uma fomeeeeee! rsrsrsr

Shuzy disse...

Pra mim a porção quanto maior, melhor!
hahaha

Belos e Malvados disse...

Não é uma delícia, HG?

Vou bem, querida, graças a Deus. Na maior expectativa por Luca. Tb adoro vocês. Dá uma beijo em Roni e em Tali.

Vou fazer igual uma pessoa que conheço e mandar o bolo pelos correios, Borboletas. Já pensou? Só vai chegar formiga. rsrs

Mariana, nem para mim.

Também Caminhante. Esta história de colherinha não cola.

Leo, dieta? que raios "ser" isso?

Obrigada, Patricia. Vc também ganhou uma leitora. Já linkei seu blog


Não chama não que eu vou, Dani. Beijos.

Na padaria de "seo" Renato, Fau. Aqui no Tomba. O bairro que mais promove na cidade.

Oi não?! Prá mim também Shuzy.

Maria do Carmo Vieira disse...

Huuuummmmmm

Ellie disse...

Pouca comida = gente chata.
Garotas, peçam uma costela!!!! Um bolo!!! Uma torta!!!

Lélia Maria disse...

cada um com suas tentações. a dele não é comida (mais ou menos aquele papo que a gente teve na sexta...). pena que comida tenha relação direta com saúde e longevidade.