28 de fevereiro de 2011

Observações....

de uma pessoa autorreferente sobre o Oscar:

1. O James Franco parecia que estava travado, não tinha a menor química com a Anne Hathaway e as piadas não funcionavam de jeito nenhum. Fiquei com essa impressão até o Billy Cristal subir ao palco e relembrar o tempo em que apresentou a cerimônia. Então tive certeza.

2. O império do sol foi o filme que lançou o Christian Bale na década de oitenta. (Spoiler).  Ele fazia o papel de um garoto de onze anos que passa por todo tipo de barbárie em um campo de concentração japonês durante a segunda guerra mundial. Quando reencontra a a familia, o garoto sabe que o sofrimento acabou, mas que nada mais será como antes. O desempenho do Bale nessa cena foi tão marcante para mim que vivo relembrando sempre, por livre associação. Quer dizer, acho que o Oscar chegou com vinte e quatro anos de atraso.

3. Ninguém tinha o direito de tirar o Oscar do Colin Firth em dois mil e dez, mas o prêmio foi parar nas mãos do Jeff  Bridges, ator que vem se especializando em falar como se tivesse um chumaço de algodão na boca. Este ano o Jeff estava lá de novo, mas  lutei contra o sono e acompanhei a cerimônia inteirinha só para finalmente ouvir o discurso. Do Colin.

9 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Baby, concordando com você. 1) O James franco até que é um fofinho mas que nos próximos Oscars ele só suba no palco se for pra receber algum prêmio.
2) Eu ainda lacrimejo só de lembrar de O Império do Sol. E choro aos borbotões quando assisto.

3. Colin, Colin, Colin!

Lucila disse...

Quero um Colin Firth pra mim!!!

Patricia Scarpin disse...

James Franco parecia ter fumado uma tora de maconha antes da cerimônia. D*us é mais. Minha sugestão eterna é Rick Gervais. :D

Eu amo, amo, amo Christian Bale. Desde sempre. Fiquei feliz da vida quando o vi recebendo o prêmio. Oscar não é sempre sinônimo de coisa boa, mas nessa caso é, sim. :)

Torci muito por "A Rede Social" e/ou "Cisne Negro" nas categorias de melhor filme e diretor. Fiquei de bode com o quem levou.

Lélia Sampaio disse...

eu tb assisti até o discurso dele. lindo, maravilhoso, talentoso e premiado. mas a cada instante eu pensava que ele ia gaguejar.

Mariana disse...

O little James tentou, coitadinho, mas não é fácil ser um "Billy Cristal", diante de tantas "feras", para o mundo inteiro.

S. disse...

feliz.com.br com o colin.

Maria do Carmo Vieira disse...

Não tive a mesma "teimosia" que vc, Anne, e tenho certeza que perdi um grande discurso. Não reparei muito no James Franco porque estava observando, encantada, os vestido de sua xará. Liiiindos!

Tb gostei da participação de Billy Crystal. Bjus!

fabiana disse...

Eu acho o Colin tudonessavida, mas, independente disso (mentira), quando Sandra Bulock, marota, falou do seu desempenho profissional e tal e a cena do Discurso do Rei entrou, tava na cara que não tinha pra mais ninguém.

E Bale, néam? Torcida eterna pra ele!

Belos e Malvados disse...

Oi Fabiana, pois é. Até gostei de O Discurso do Rei ter ganho para validar ainda mais o Oscar do Colin. Na verdade acho aque ele deveria ter levado a estatueta para casa com A Single man. Se aquele não foi um desempenho excepcional, não sei nem o que dizer.