19 de março de 2011

Drummond, açúcar e chocolate

Você vai na delicatessen e pede uma fatia caprichada de bolo de chocolate com recheio de leite condensado e nozes. A moça ainda coloca dois casadinhos que enfeitavam o prato. Quer calda de chocolate? Pergunta. E você tem a cara de pau de dizer que sim. Claro. Bastante.  Ainda  distorce os versos do Carlos Drummond de Andrade sem o menor peso na consciência: lutar com a balança é a luta mais vã. Sempre desisto mal rompe a manhã.
Sempre desisto. Mal rompe a manhã.
A terapeuta disse que uma boa combinação de florais de Bach iria conter essa obsessão por açúcar. Perdi a receita.
Na sala de espera de uma clínica, leio na revista que pesquisadores de uma universidade dos Estados Unidos chegaram à conclusão que algumas pessoas se viciam em comida, como outras em álcool. E que os prinicipais alimentos com este poder são...( não sei. Fui chamada bem nessa hora).
Luta mais vã.

10 comentários:

Caminhante disse...

Pra piorar, ainda tem o universo conspirando. Assim não dá. Pablo Conejo, ayudanos!

Lélia Maria disse...

(quase) toda dependência será perdoada. a vida é tão breve q chega a ser um pecado evitar os pequenos prazeres que ela proporciona.

Danielle Martins disse...

Deu vontade do bolo as 7hs da manhã, tenho cura?

Beijinhos... de coco!!!

S. disse...

desisto faz tempo dessa luta... mas n dizem que qd conhecemos alguem pior que nós nossa culpa se acalma. dia desses amiga nova com leite condensado dentro da bolsa. sempre-ela me afirmou.
beijos.

Borboletas nos Olhos disse...

Passei pro lado do inimigo. Minha vida ficou bem mais simples.
Beijinhos...

...mas você pode trocar pro brigadeiro \o/

maria de fatima disse...

Já desisti dessa briga, faz tempo, como no nosso tempo é curto nessa passagem pelo planeta Terra, devemos aproveitar o que de bom a vida nos oferece, mesmo que engorde, rsrsrsr

Mariana disse...

É uma luta muito desigual...quem resiste a um bolo delicioso recheado com baba de moça?? Eu, não...aí, fico fugindo da balança e do espelho, arrependida,rsrs.

Belos e Malvados disse...

Ai Borboletas, você traiu o movimento, que feio!!! rsrsrs

Maria do Carmo Vieira disse...

rs rs. Por acaso essa sua história se passou naquela lojinha deliciosa do shopping, junto ao Beach Stop? (Maxmello, acho que é ese o nome...) É, porque semana passada vivi a mesma "aventura". Tou até com um problema: acho que tou engordando e toda vez que chego ao shopping pra lanchar só quero comer torta. Ó pá isso?!!! Tenho que retomar minhas caminhadas urgentemente, Bela.

Belos e Malvados disse...

Eu também, Maria. Tenho que começar a fazer alguma atividade física ontem.