15 de maio de 2010

Os últimos três dias foram complicados. Não li, não ouvi. Próxima novela das oito não sei. Maior medo da caracterização do personagem do Gianecchini. Em toda chamada ele aparece mascando chiclete prá mostrar que o sujeito é mau e descolado. Grande repertório! Descobri hoje no GNT uma série canadense de 13 episódios que me chamou bastante a atenção: Rosas Selvagens. Pena que já peguei o 11º. Curiosidade bateu.

Filmes. Querendo MUITO rever Once e Me without you.

Sumi porque adoeci e ainda não estou cem por cento. Conto prá vocês ficarem com dó de mim e relevarem todos os posts toscos até hoje.  Por que não? Se a gente vive num mundo onde tudo precisa de utilidade prática, então até dor tem que servir prá alguma coisa.


7 comentários:

S. disse...

Eu amo Once. Amo mesmo. Passei muitos dias escutando as musicas no meu falecido mpalgumnumero. Deu saudade agora. Abraços fofinhos.

Borboletas nos Olhos disse...

Eu já disse que adoro vir aqui? Já? Pois então. Aqui eu sempre vejo como se pode ser bem-humorado mesmo sem óculos cor-de-rosa. Melhoras a você, os posts já estão ótimos...

Caminhante disse...

Esses dias pensei em escrever que não curto comédias românticas. E apaguei. Assim como mais uns 2 que eu quis e não ficou bom.

Época de posts difíceis mesmo.

escrevendo com os pés disse...

os seus posts são otimos e inteligentes.

Por isso que muitas vezes nem tenho comments para eles, rs

escrevendo com os pés disse...

Vi a resenha dos filmes. Lindos.

Peguei4 ontem na locadora,acabou dimdim.

Fica pra semana que vem. Beijos

Lélia Maria disse...

vc sabe o que eu penso sobre a sua dor. pra mim ela tem muita utilidade. desejo melhoras e fica de pé, pq é pra frente que se anda. doendo ou não.

consegui realizar as promessas de ano novo, não fissurei no bbb e desisti de televisão. não vi o fim da novela que terminou e nem vou ver a que vai começar. meu sono está mais precioso que isso.

Maria do Carmo Vieira disse...

Oi, Bela! Dor só serve pra aprendermos algo com ela (e pra maltratar, né?) e só!

Bjus!