6 de junho de 2010

Uma câmera na mão, nenhuma ideia na cabeça



Domingo é o dia dos ecos – quentes, secos, e em toda a parte zumbidos de abelhas e vespas, gritos de pássaros e o longínquo das marteladas compassadas – de onde vêm os ecos de domingo? Eu que detesto domingo por ser oco

Clarice Lispector

6 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Oi! Domingo pra mim, agora, tem cara de adeus...(Ah, adoro Clarice, copiei a frase no meu blog, tá?)

Leonardo Xavier disse...

Minha mãe reclama mas eu também tenho mania de fotografar os pés, kkkkk!

S. disse...

Domingos... hj dormi até as cinco da tarde. Gostei dos sapatos. Bijinhos.

Lélia Maria disse...

gostei do sapato e dat estampa. já que domingo é paradinho, movimente sua semana (não sei como, mas fikaadika).

Camila Xavier disse...

Adorei o sapato! Domingo rima com Dormindo.... Ow dia sonifero... Bjus

Maria do Carmo Vieira disse...

Olha... isso me lembrou os domingos dos tempos de Lajedinho. Era assim mesmo. Hj, meus domingos não são doces recordações; são apenas dias de relax e curtição de preguiça. Quanto aos ecos, deixo eles lá...

Amei seu sapatinho de boneca. rs rs