30 de junho de 2010

Vida trabalhada no glamour (ou não)


Fui comprar meias para enfrentar o frio que enfim chegou na cidade. Notem que o assunto é sério, afinal é inverno, mas não precisa ser feio. (Viva la vida loca besta). No pacote vieram também duas blusas - que trouxe sem provar. Resultado, elas não caberiam em mim nem se estivesse com cinco generosos quilos a menos.
-  Mas eu achei que davam - argumentei em vão.
Agora vou ter que voltar na rua para trocá-las. E chove. E a cidade se acaba. E nenhuma escova resiste a este tempo.
Também quem manda, né?
Vocês:
-  Ficar com preguiça de provar roupa?
Eu:
- Não. Ter uma ideia de si mesmo enquanto a realidade é outra.

11 comentários:

Lila disse...

Eu tenho a maior preguiça de provar roupa... às vezes deixo de comprar por isso. Eu sempre compro roupas em um blog e compro no olho mesmo e 95% das vezes estava perfeita, apenas uma vez a roupa ficou muito grande e Léa ganhou um vestido novo e uma vez ficou "apertada" no quadriz, mas nada que 1 mês de esteira não resolva. Ai, ai.

Belos e Malvados disse...

Lila, antigamente não ligava não, mas hoje em dia tomei verdadeiro pavor de provar roupa. E de qualquer outra coisa que me faça pensar que estou perdendo tempo. Acho que o problema é esse.

Leonardo Xavier disse...

Eu acho que é assim mesmo, eu só percebo o quanto eu sou maior do que as pessoas quando eu empresto o casaco para alguém ou peço para alguém segurar a minha bolsa aí sobra aquele monte de pano ou a bolsa fica pendurada pela correia até o joelho da pessoa em questão. kkkk!

Caminhante disse...

Eu sou chata pra isso. Se a roupa tiver 5 cores diferentes, eu provo as 5. Isso sem falar que eu provo de diferentes tamanhos também. Acredita que mesmo assim eu consigo errar? Réiva!

Mariana disse...

Nossa, a Caminhante merece um troféu,rsrs...credo, eu não só tenho pavor de experimentar roupas, como também de me pesar, desde que engordei uns bons(?)Kilinhos!

Borboletas nos Olhos disse...

Amiga, acho que as roupas deviam vir com um dispositivo de auto-ajuste de cor e tamanho (além de caimento, claro): a gente vestia, apertava o tal botão e, voilá, tudo certinho e apropriado. Beleza pura, não acha?

Lucila disse...

Eu avisei!! rsrss

S. disse...

na atual conjuntura econômica do País (leia-se minha conta corrente negativada) esse prazer (para mim), o de provar lojas inteiras foi vetado. Enfim...
Beijinhos do seu numero

Lélia Maria disse...

a chuva atrapalha horrores qum já não gosta de sair. dica: liga pra a loja e pergunta qual o prazo para a troca e vai no último dia! (sou uma amiga da onça, neam?)

Belos e Malvados disse...

Lélia, ando tão animada prá sair de casa que provavelmente vou seguir seu conselho.

Borboletas, o disposito seria ótimo, né? Pena que a vida não pode ser perfeita.

Barbarella Moderna disse...

Eu vou na contra mão ADORO provar roupas. Visto várias e vou pensando no que tenho em casa e que pode ficar parecido...Pena que não tenho tanto tempo disponível para visitar todas as lojas que gostaria. Para mim é uma festa!