26 de junho de 2010

Uma coisa puxa outra

Vamos combinar que o estado momentâneo de alegria se deu por conta do licor de chocolate delicioso que ganhei de minha nora. Parece que foi a mãe dela quem fez. Aprovei. Várias vezes. (Reparem, não sou triste nem blasé, só não tenho um temperamento efusivo)

Uma coisa puxa outra. Mostrei a foto que fiz de minha  sombra e acabei lembrando de como ouvi falar pela primeira vez na possibilidade de fotografar a aura humana. Foi numa música da Angela Ro Ro de 1988 (Photo Kirlian, do álbum Prova de Amor).  O disco era fraquinho, perdi em uma das mudanças.



Trocando de assunto e ficando no mesmo. Sempre quis fazer um post no qual pudesse usar a frase que Janis Joplin disse para o Leonard Cohen e que está registrada em Chelsea Hotel: Somos feios, mas temos a música. Nunca consegui. Mas sempre penso  nisso quando uma canção me pega de jeito. Seja ela rock, pop, clássica ou whatever.

Sempre quis escrever um post no qual pudesse usar a frase de Caetano: sou o que soa, não douro pílula. Mas sou a rainha dos panos quentes, então ainda não deu.

E não. Não estou mais sob o efeito do licor. Juro.

6 comentários:

Carolina Matos disse...

O visual mudou da ultima vez que vi, mas continua fantástico... =D

Belos e Malvados disse...

Obrigada, Carolina. Quanto tempo, né? Fico feliz em "vê-la" por aqui. Um abraço.

Lia Sergia Marcondes disse...

Sempre soube que você era pessoa que aura larga! (Tradução: o fundador da minha religião diz que pessoas de aura larga são pessoas abençoadas, que recebem muita proteção de Deus. ;-) )

Beijoooooooo!

Belos e Malvados disse...

Então somos duas querida. (Sabia que Eg saiu hoje da empresa? Estou tristinha). Beijo prá vc.

Lélia Maria disse...

é que as frases te invadiram. e tem um trecho de música que me lembra vc: "eu gosto dos que... ardem"

Belos e Malvados disse...

Essa música que vc citou é uma das minha preferidas, Lélia. (Também gosto dos doídos - com acento). rsrs